Quando a dor nos faz acordar!

July 25, 2018

 

Bert Hellinger nos revela que nossas dores são um grito desesperado da alma!

Precisamos acordar!

Para que?

 

Você já sentiu uma dor emocional tão forte que o corpo sentia?

 

Um aperto no peito, dor intensa nas costas, dores insuportáveis na cabeça...

 

E você busca todas as causas possíveis,

trata fisicamente, melhora por um tempo e depois AS DORES VOLTAM.

 

Esses são relatos de muitas pessoas.

A Visão Macro Sistêmica nos revela, através das Constelações Familiares,

que as origens dos sofrimentos físicos muitas vezes são transgeracionais.

 

Ou seja, você pode estar carregando no seu corpo sintomas ligados a histórias dos SEUS ANTEPASSADOS.

 

Considerando as Leis Sistêmicas de Hierarquia, Pertencimento e Equilíbrio,

podemos identificar as origens dos emaranhamentos relacionados às queixas

e intervir delicadamente para harmonizar o que é preciso.

 

Vou citar apenas dois exemplos concretos que já passaram por aqui, para não me estender...

 

Intensa DOR NO PEITO e VONTADE DE MORRER: cliente tinha identificação com a dor da avó materna que perdeu bebê com menos de dois anos.

 

Na constelação, ao incluir o bebê excluído e honrar a dor da avó, o cliente se aliviou e seguiu. Dois meses depois contou que não sentia mais as dores.

 

ENXAQUECA: cliente sofria os efeitos da exclusão do pai, por parte da mãe. Ou seja, a mãe julgava, criticava e afastava o pai do filho.

 

O filho sentia desespero, falta imensa do pai, refletida na dor, traduzida pelo corpo como a enxaqueca.

 

Ao restabelecer a ordem e o pertencimento, RECONCILIOU-SE com o pai.

Pouco tempo depois AS DORES DESAPARECERAM.

 

Esses são casos específicos e não podem ser generalizados a outras experiências.

Mas perceba que as origens são muito profundas.

 

O objetivo da Constelação não é a cura da dor, não se exclui o sintoma.

Ao contrário, olha-se para o sintoma com carinho, acolhimento e respeito.

 

Afinal, O SINTOMA É O PORTA VOZ DA INFORMAÇÃO sistêmica a ser reconhecida.

 

Ao identificar a origem da dor, o constelando se alivia e restabelece seu lugar no sistema,

respeitando a ordem, o pertencimento e o equilíbrio.

 

O caminho da cura é o amor genuíno, que aceita, inclui, honra e segue. A cura só é possível quando aceitamos o que se mostra.

 

PRESTE ATENÇÃO NOS SINTOMAS do seu corpo, não os deixe evoluir a ponto de paralisar.

 

Por conta da correria da vida moderna, muitas vezes negligenciamos as informações que nossa inconsciência nos traz e então a ALMA GRITA ATRAVÉS DO CORPO.

 

Uma boa forma de prevenirmos esse estágio de sofrimento é exercitar o silêncio.

Dar ouvidos à voz interna.

Muitas respostas nos são sussurradas no silêncio, apontando o caminho da paz e da felicidade.

 

E quando você tiver a oportunidade de constelar,

verá que grande presente é essa técnica que Bert Hellinger nos apresentou.

 

Please reload

Our Recent Posts

Se entregamos o NOSSO MELHOR, recebemos o MELHOR DO MUNDO.

October 23, 2018

Qual é a magia da Constelação Familiar?

August 3, 2018

Quando a dor nos faz acordar!

July 25, 2018

1/1
Please reload

Tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload